Olá, meus amigos!

Por um problema técnico, nossa coluna não foi postada na última segunda-feira, o que fazemos hoje, com o nosso pedido de desculpas, aos leitores.

E, nossa conversa começa abordando o assunto que é inédito na história do futebol brasileiro e mundial, com um chefão sentando no banco dos réus… não no Brasil, mas nos Estados Unidos, onde hoje (06), José Maria Marin, de 85 anos, presidente da CBF, entre março de 2012 e abril de 2015, começa a ser julgado no Tribunal Federal do Brooklyn, em Nova York, por crimes de corrupção, negando como de praxe, todas as acusações e afirmando ser inocente.

O todo poderoso Marin está sendo julgado no “Caso Fifa”, a maior investigação sobre corrupção na história do futebol, que derrubou dirigentes e empresários do marketing esportivo que mandavam, há décadas, no futebol latino-americano, recuperando quase US$ 200 milhões em dinheiro desviado.

Marin é acusado de sete crimes: três de fraude, três de lavagem de dinheiro e mais um por integrar uma organização criminosa, estando sujeito a uma pena de até 10 anos de prisão, com a estimativa do julgamento ter a duração de dois meses.

Em caso de condenação, Marin poderá recorrer em prisão domiciliar. O brasileiro foi preso em 27 de maio de 2015, em Zurique, acusado de receber propina para beneficiar empresas de marketing esportivo que compraram direitos de transmissão e comerciais da Copa do Brasil, da Copa América e da Copa Libertadores.

Em novembro de 2015, Marin foi extraditado para os EUA, onde fez um acordo para poder aguardar seu julgamento em prisão domiciliar. Marin mora (e está preso) num apartamento de 100 metros quadrados no 41o andar da Trump Tower, comprado em 1989. O caso é investigado nos EUA porque os acusados usaram bancos e empresas com sede no país para movimentar dinheiro.

Corinthians volta a sonhar com o título

Depois de alguns tropeços em seus jogos do returno do campeonato brasileiro, o que deixou a sua fiel torcida amedrontada de perder um título praticamente nas mãos, com seus concorrentes, Palmeiras e Santos chegando bem perto da liderança.

No clássico de ontem, no Itaquerão, diante de seu mais sério rival ao título, o Corinthians venceu por 3 a 2, com gols de Romero, Balbueña e Jô, enquanto Mina e Moisés descontaram para os esmeraldinos. Jogo cheio de emoções, lances duvidosos e erros da arbitragem.

Agora, a classificação continua com a liderança do Corinthians com 62 pontos ganhos; o Santos na vice-liderança com 56; Grêmio passou à terceira colocação com 54 ao lado do Palmeiras; o Cruzeiro passou à quarta posição com 51; Botafogo, 48 e Flamengo com 47.

Tudo igual no feminino

Na primeira partida da série decisiva do campeonato de futebol feminino, tudo igual. Em jogo disputadíssimo na Colina, no sábado (04), 3B e Iranduba empataram em 2 a 2, deixando tudo igual e consequentemente, levando a decisão para a partida do próximo sábado (11), na Arena da Amazônia.

O Iranduba esteve à frente do placar em duas oportunidades com gols de Moara e Mariana, enquanto o 3B buscou o empate com Bianca e Maria Eduarda.

Manicoré e Cliper largam na frente

Enquando isso, na primeira rodada do amazonense da série B masculino, CDC Manicoré e Cliper largam na frente derrotando, respectivamente, São Raimundo e Holanda, ambos por 1 a 0.

No primeiro jogo o Holanda foi derrotado pelo Cliper por 0 a 1, gol marcado por Paulo.

Já na segunda partida marcada por muita expectativa por parte da torcida colinense, o CDC Manicoré venceu o Tufão or 1 a 0.

No sábado vindouro acontece a segunda rodada com jogos de volta entre Cliper x Holanda e São Raimundo x Tarumã.

Atração da Super Liga de Vôlei

Já estão à venda os ingressos para a partida entre Sada Cruzeiro  (MG) x Vôlei Renata  (SP), pela Super Liga de Vôlei Feminino, desde a sexta-feira (03), na bilheteria do Ginásio Poliesportivo do Amazonas  (antiga Arena Amadeu Teixeira, na Constantino Nery). Com o feriado imprensado para muita gente, a folga foi aproveitada para garantir a entrada para o mais importante evento nacional da modalidade, que acontece dia 2 dezembro, pela primeira vez em Manaus.

Para o presidente da Federação Amazonense de Vôlei  (FAV), Tadeu Picanço, o público vem correspondendo muito bem aos jogos da Superliga em Manaus e a ideia é cada vez mais negociar outras partidas.

O jogo será no dia 2 de dezembro, no Ginásio Poliesportivo do Amazonas, a partir das 19h00, de Manaus, e a venda dos ingressos acontece no mesmo ginásio, localizado na Constantino Nery, com as bilheterias funcionando de segunda a sábado, das 09h00 às 18h00, com valor único de preço: R$45.

Este valor é para as arquibancadas inferior e superior e  equivale para os já beneficiários de meia-entrada (idosos, terceira idade, estudantes, PCDs) e o público em geral mediante a 1 kg de alimento não perecível. O bilhete não vem com assento marcado. O pagamento pode ser feito em dinheiro ou em cartões (débito ou crédito).

Por hoje é só, uma boa semana a todos.

Deixe um comentário