Olá amigos!

Na conversa de hoje vamos falar sobre o inicio do Campeonato Amazonense de Futebol Profissional 2018, da Copinha de Futebol Juniores e da abertura dos certames regionais pelo Brasil.

Amazonense inicia com derrota dos grandes

Antes de falarmos dos resultados do jogos disputados no fim de semana, vamos fazer um apelo aos responsáveis pelos estádios onde serão disputados as partidas, mais precisamente do Carlos Zamith no bairro do Coroado, sede da abertura do campeonato.

Meus amigos, Zamith dedicou quando em vida, uma atenção especial aos esportes, comparecendo aos estádios e  se ainda estivesse entre nós estaria criticando o lamentável espaço destinado à imprensa, principalmente, Emissoras de Rádios.

É deplorável o estado das chamadas cabines que não possuem acomodações para que os profissionais desenvolvam seus trabalhos com o mínimo conforto sequer.

É uma falta de respeito para com esses profissionais que lutam para que o nosso futebol reapareça. É um amontoado de de pessoas sem cadeiras apropriadas para narradores e comentaristas.

Como homem da imprensa que sou, faço daqui, um apelo à Associação de Cronistas e Locutores Esportivo, dirigido exclusivamente ao amigo Eduardo Monteiro de Paula, companheiro de grandes jornadas, no sentido e que ele cobre do responsáveis uma melhor atenção para os seus colegas, ou mande suspender às transmissões nesses locais impróprios.

Isso, aliás, não é de agora. Até na Arena da Amazônia, as acomodações para a imprensa falada é deficitária.

O certo companheiros, sem medo de errar, no Amazonas a imprensa sempre foi maltratada. E, esse aspecto né um dos compromissos do candidato à preidência da FAF, Joaquim Alencar: Dotar os estádios de acomodações dígnas para os jornalistas.

Grandes perdem na estreia:

Nacional e Rio Negro não foram bem em suas estreias no Campeonato Amazonense de Profissionais.

O Mais Querido foi derrotado pelo Manaus, no estádio Carlos Zamith, por 1 a 0, em partida disputada no sábado e que não chegou a mostrar o que o Nacional pode ser durante a competição, já o Manaus, apesar da vitória, não teve um comportamento que possa lhe garantir o mesmo desempenho do ano assado.

No domingo, no estádio Floro Mendonça, o Rio Negro foi surpreendido pelo Penarol, perdendo or 1 a 0, com um grande público.

No outro jogo da rodada, o São Raimundo foi a Manicoré e segurou um empate de 0 a 0 com o CDC, numa partida bem movimentada, mostrando que ambas as equipes são candidatas ao título.

A partida entre Fast Clube e Princesa do Solimões foi adiada em face do jogo da Copa Verde.

Aliás, nesse jogo o Princesa foi derrotado pelo Interporto do Tocantins por 3 a 2 e vai aguardar a partida de volta no Gilbertão.

Copinha decide finalistas

Depois de 20 dias, chegou a hora das semifinais da Copinha, com as duas partidas a serem disputada hoje (22).

Flamengo e Portuguesa se enfrentam no Canindé, às 17h30, de Manaus, e São Paulo e Internacional decidem o segundo time a ir à decisão na Arena Barueri, às 20h00.

FLAMENGO X PORTUGUESA

O Flamengo, que perdeu diversos atletas e venceu seus três últimos jogos por 1 a 0 (Coritiba, Audax-SP e Avaí), deverá controlar as ações o tempo inteiro, sendo um time que tem a boa circulação de bola como uma de suas virtudes, além do rápido lado direito com Wesley e Bill.

A Portuguesa, or sua vez, vai tentar obstruir os espaços ao Rubro-Negro, como fez com o Palmeiras, time mais afeito às jogadas em velocidade do que ao jogo posicional com a posse de bola. E tentará jogar também no contragolpe com as investidas do lateral-esquerdo Cesinha.

Internacional x São Paulo

O São Paulo, time que melhor circula a bola na Competição e com mais talentos individuais (Liziero é o principal nome no momento), terá pela frente o Internacional, equipe que tem um perfil muito parecido com o do Vitória, adversário das quartas de final: muita força física no meio-campo, velocidade dos pontas (Richard e Netto) e um camisa 9 goleador (Brenner). O Colorado, no entanto, tem uma dupla de zaga mais firme do que os baianos e vem embalado de um 4 a 0 sobre o Santos na final.

Regionais pelo Brasil:

Enquanto isso, os campeonatos regionais vão começando por todo o País, mas os clubes ainda resguardam seus jogadores principais que estão em fins de temporadas. Para isso eles utilizam jogadores da base, a exemplo do Flamengo, do Rio.

Amigos, por hoje é só. Na segunda vou mostrar as cabines de imprensa dos estádios aqui.

Deixe um comentário