Olá amigos!

Nesta nossa primeira conversa de 2018, um novo ano, vamos tratar de um assunto que muito representa para o Amazonas e que para muitos, pela sua péssima gestão, tem sido a causa da derrocada do futebol amazonense como um todo: a administração da Federação Amazonense de Futebol, em todas as suas categorias e cuja redenção pode ser a eleição que se realizará este ano, admitindo-se as mudanças preconizadas, consequentemente com a saída da atual diretoria que se perpetuou no poder ao longo de vários os anos.

Joaquim Alencar anuncia metas:

Conhecido como um empresário de grande sucesso no futebol do Amazonas, e nos cenários brasileiro e internacional,
Joaquim Alencar é o nome mais forte para concorrer com a chapa situacionista que com certeza terá a comandá-la o
atual presidente Dissica Valério.

Alencar, conhecido pelo seu trabalho a frente do Fast, para onde levou grandes jogadores e por ter empresariado
ídolos do futebol brasileiro, ele marcou sua passagem trazendo a Manaus, para uma tarde inesquecível no Estádio Vivaldo Lima, o Cosmos de Nova Iorque, a época com o jogador Carlos Alberto.

Planos arrojados:

Para Joaquim Alencar, o soerguimento do nosso futebol passa, inicialmente, pela reestruturação da imprensa falada
que hoje deixou de existir pelo fato das emissoras de Rádio de Manaus haverem desarticulado seus Departamentos
Esportivos, dando lugar a uma invasão de FMs importadas que não têm nenhum compromissos com nosso Estado, deixando com isto centenas de profisionais dos mais gabaritados desempregados…

E qual o caminho:

– Pecorrer todas as Empresas de Comunicação, levando um plano envolvendo-as nessa tarefa, mostrando suas
responsabilidades no processo, assessorando-as a desenvolverem um projeto junto às Empresas locais que venham
promover a sustentatabilidade do nosso futebol, a princípio em todas as suas categorias e, no futuro, as outras modalidades.

Apoio à base do futebol:

O projeto de desenvolvimento das categorias de base passa pela unificação dos Juniores, Juvenis, Infantis e Seleções do Interior ao Profissional…

Por exemplo: Os campeonatos de Juniores terão seus jogos nas preliminares dos jogos de Profissionais, o mesmo acontecendo com os Infantis e Juvenis que terão seus jogos, inclusive em jogos amistosos…

Um outro projeto envolve as Seleções do Interior, o Campeonato de Seleções que também serão disputados em Manaus com despesas custeadas pela FAF por meio de patrocinadores dos municípios sedes.

Popoca dá apoio:

Um outro grande passo para o trabalho junto às categorias de base, segundo Joaquim Alencar, foi a apresentação do
Projeto a ser desenvolvido em sua gestão, caso seja eleito, ao ex-jogador do Flamengo e da Seleção Brasileira de
Juniores, o amazonense Gilmar Popoca que se comprometeu a implementá-lo, envolvendo outros ex-jogadores com trabalhos, inclusive, nas Seleções Brasileiras.

Finalmente, em conversa com essa editoria, Joaquim Alencar disse que, se eleito for, o que provavelmente acontecerá, ele pretende assumir, imediatamente, pois “não pretendo perder tempo, nessa árdua missão que é de reestruturar o nosso futebol, cujo projeto recebe, também, o incondicional apoio do médico Cláudio Chaves que já se propôs a nos ajudar”, concluiu Alencar.

Um grande abraço a todos e que 2018 seja um ano venturoso para todos nós!

Deixe um comentário