Marketing político, caixa 2 e corrupção – aviso aos navegantes

Com a delação de Renato Pereira, que andou pelo Amazonas e tem sua base de agressões ao erário no Rio de Janeiro, o marketing político entrou na roda. Há denúncias de todos os tipos e para todos os gostos envolvendo diversas campanhas eleitorais pelo país afora. Recursos de caixa 2 e da mais deslavada corrupção abastecem há anos projetos de marketing em todos os estados da Federação.

Aviso aos navegantes: quem for podre que se quebre.

Deixe um comentário