Escândalo, agressão à ética e à moralidade pública

PT e PMDB repartirão cerca de R$ 450 milhões dos recursos do Fundo Partidário, retirados dos escorchados contribuintes brasileiros. Uma grana fantástica que poderia, por exemplo, ser destinada à saúde pública, onde falta tudo, do simples esparadrapo ao iodo e ao álcool hospitalar.

Ambos os partidos estão a um passo de celebrar alianças políticas em vários estados da Federação, sob a liderança e as bençãos de Lula e Temer. Pelo andar da carruagem, logo, logo, o PT estará votando em favor de Temer no Congresso Nacional. Antes acusados de golpistas, o peemedebista e seus companheiros de partido já foram devidamente “perdoados” por Lula.

É uma vergonha.

Deixe um comentário