Defesa de Aécio racha PT – Juliana Braga

A maneira entusiasmada como Jorge Viana defendeu a suspensão do afastamento de Aécio Neves rachou a bancada do PT no Senado. Dos nove parlamentares, somente três apareceram e um deles, Paulo Paim, votou contra o requerimento. Nem a presidente da sigla, Gleisi Hoffmann, deu as caras. Ninguém queria carimbar o apoio ao tucano.

E não foi só na bancada o descontentamento. Em uma rede social, Tarso Genroressaltou que o senador foi gravado “no curso de atividade criminosa” e que poderia usar o mandato para bloquear apurações.

Escreveu ele:

— Não quero bancar o desavisado, mas ainda não acredito que PT vai votar pela rejeição da suspensão do Aécio.

Deixe um comentário