Composições política futuras, no Amazonas e no Brasil. Cuidado, já há esquemas criminosos em curso no Estado

Indagado por Dom João IV, rei de Portugal, sobre a possibilidade de se ter no Maranhão um ou dois governantes, o jesuíta Antônio Vieira respondeu: “Digo que menos mal será um ladrão que dois; e que mais dificultoso serão de achar dois homens de bem que um”.

Uma lição memorável e histórica, que deve estar na consciência dos amazonenses e brasileiros quando das eleições do próximo ano de 2018, que elegerão o novo presidente da República, governadores, senadores, deputados federais e estaduais.

No Amazonas, todo cuidado é pouco na formação da chapa de governador e senador. Se um já é bastante difícil, como nos ensina Vieira, imaginem dois na mesma composição para o comando do Estado e para a representação dos amazonenses no Senado.

Portanto, atenção, bastante atenção, uma vez que muitas jogadas de bastidores já estão em curso, a fim de se tomar de assalto o poder pelo voto, muitas vezes inocente ou inconsequente, do povo do Amazonas.

O Blog do PF está e permanecerá atento. Denunciará os esquemas criminosos de arrivistas e aventureiros que somente vêm ao Amazonas em busca de fortunas ou projetos delituosos de apropriação de recursos públicos, já muito bem conhecidos dos amazonenses.

Deixe um comentário