Barroso autoriza abertura de inquérito contra Temer

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou nesta terça-feira (12) a abertura de inquérito contra o presidente Michel Temer, a pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Temer e o ex-assessor especial da Presidência Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) são suspeitos de ter cometido crimes de corrupção e lavagem de dinheiro. A investigação também recairá sobre Antônio Celso Grecco e Ricardo Conrado Mesquita, respectivamente, dono e diretor da Rodrimar.

O inquérito vai apurar se Temer beneficiou a Rodrimar no Porto de Santos por meio de um decreto presidencial. O caso não guarda relação com a Operação Lava Jato e a investigação relacionada às delações da JBS. Por isso, a relatoria foi redistribuída do ministro Edson Fachin para Barroso, que decidiu dar continuidade às apurações. O Porto de Santos sempre foi considerada uma área de forte influência do peemedebista.

Deixe um comentário